A guerra primitiva dos paulistanos contra a bicicleta e contra o progresso. Por Paulo Nogueira

Você mede hoje o avanço social de uma grande cidade pelas bicicletas. Quanto mais ciclistas, mais avançada. Copenhague e Amsterdã são modelos mundiais. Londres, Nova York e Paris se empenham tenazmente para aumentar o número de bicicletas nas ruas e reduzir o de carros. São Paulo, miseravelmente, ficou para trás, por conta de administrações ineptas. E quando aparece enfim um prefeito disposto a corrigir um atraso humilhante ele é recebido não com aplausos – mas com uma camada selvagem de resistência. Um dia vamos tentar entender como São Paulo se tornou uma cidade tão infestada de pessoas que abominam inovações e mudanças. O túmulo do samba se converteu no túmulo das novidades. Haddad não inventou a roda. Estava na cara, quando ele assumiu a prefeitura, que o maior drama da cidade era a mobilidade. Se antecessores como Serra e Kassab não viram isso é porque a incompetência deles é desumana. Haddad viu, portanto, o óbvio. E agiu. Sob o estímulo de uma mídia cujo cérebro estacionou no século passado, os donos de carros começaram a criar problemas sobre problemas. É como se a cidade pertencesse a eles. Em sua cegueira egoísta, não se deram conta de que a diminuição dos carros nas ruas seria um bem para todos. Haddad teve a explicar a jornalistas ignorantes como o professor Villa que primeiro você tem que abrir ciclovias para depois aparecerem e se multiplicarem os ciclistas. Nas eleições municipais do ano que vem, é possível que Haddad seja punido por ter tentado tirar São Paulo do primitivismo em termos de bicicletas. Mas a história da cidade reconhecerá nele um espírito sintonizado com o sue tempo. Pois não é possível que, indefinidamente, os paulistanos serão cobertos pelo grau de obtusidade e reacionarismo que é hoje a marca de uma metrópole que foi sempre tão dinâmica e aberta a novas ideias.

Sourced through Scoop.it from: www.diariodocentrodomundo.com.br

See on Scoop.itEVS NOTÍCIAS…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s